Haiti

O Haiti é um país do Caribe, é um estado soberano localizado na ilha de Hispaniola que compartilha com a República Dominicana no arquipélago das Grandes Antilhas do Mar do Caribe. Port au Prince é a capital do Haiti. Devido à agitação em curso e lutas deste pequeno país, poucas pessoas viajam ao Haiti para férias esses dias. É uma pena, porque o país possui um clima tropical e semi-árido incrível, com a temporada de furacões, executando a partir de junho a novembro. O terreno aqui é predominantemente montanhoso, mas há uma ampla planície plana central ao norte.

Pratos franceses e africanos domina a cozinha no Haiti. Se você voar para o país, é provável que chegam ao Aeroport Toussant Louverture aeroporto em Porto Príncipe. Se você realmente quiser visitar o Haiti, mas está preocupados com a agitação contínua, considere visitar Labadee, uma área de resort cercado-fora que é popular entre os turistas.

  • Cidade capital – Port-au-Prince
  • Idioma – francês e crioulo

No Haiti, um documentário de viagem por estrada

In Haiti Um documentário de viagem produzido por Fabian Bohnet-Waldrff & Florian Wiesner, filmado em Cap-Haitien, Hinche, Porto Príncipe e Petit Goave em 2008, dois anos antes do devastador terremoto No Haiti, o site

Vídeo de ecoturismo no Haiti, por Sailing Uma

Neste vídeo, Kika e Dan, o casal de Sailing Uma, aproveitam o tempo para explorar as verdadeiras raízes do Haiti, elementos naturais únicos que podem ser o destaque do futuro deste país. Em vez de se concentrar no feio e no problema, eles concentram-se na solução. Sailing Uma forte acredita que o ecoturismo pode ser um divisor de águas aqui.

LABADEE – HAITI

Labadee é um resort de luxo situado no Haiti, é um porto marítimo localizado na costa norte do Haiti. É um resort privado, alugado à Royal Caribbean Cruises Ltd. até 2050. O resort Labadee é guardado por uma força de segurança privada, o acesso ao resort é vedado a partir de uma área circundante e os passageiros dos navios de cruzeiro estão apenas autorizados a permanecer dentro do resort. Labadde é responsável por empregar aproximadamente três centenas de moradores e permite a licença a venda de produtos a aproximadamente outras duas centenas de moradores.

Uma imagem de Labade, um contraste com o luxo e a pobreza no Haiti

Haiti, Caribbean

Porto Príncipe, capital do Haiti

Vista de Port-au-Prince  

Tragicamente, o outrora belo capital haitiana de Porto Príncipe quase inteiramente foi destruída pelo terremoto que atingiu a ilha em janeiro de 2010. A maioria dos principais atracções turísticas, edifícios governamentais, principais hotéis e hospitais foram obliterada pelo desastre natural, mas a cidade está lentamente a reconstruir, graças em grande parte aos esforços de ajuda internacional. Apesar de muitas das atracções a seguintes agora estava em ruínas, eles dão uma dica no Port-au-Prince pode voltar nos próximos anos e décadas.

Palácio Nacional de Port-au-Prince   Palácio Nacional de Port-au-Prince, Haiti, Caribe

O Palácio Nacional, uma vez mais grandiosa da cidade construção, desabou durante o terremoto e hoje continua a ser um dos lembretes mais surpreendentes da destruição. Uma das muitas cidades de tenda da capital surgiu perto das ruínas no Champs de Mar, anteriormente, o parque mais bonito do país.

A casca quebrada da Catedral de nossa senhora ainda a suposição atrai os fiéis locais, mas a grande igreja foi reduzida para um shell de sua antiga glória. Atrás do edifício principal é uma praça, e funerais muitas vezes ainda são realizados lá.

desmoronou edifício Porto Príncipe  

A catedral episcopal de Saint Trinité também foi reduzida a escombros, mas a igreja era uma vez uma das maiores casas de culto no país. O silêncio exterior deu dicas do interior incrível, coberto com murais deliciosamente coloridos e exuberantes que contavam a história da vida de Cristo.

O moderno Musée du Panthéon nacional atraiu muitos visitantes com o seu design incomum subterrâneo e túmulos de heróis nacionais. Muitos líderes do movimento de independência tem sido colocados para descansar, incluindo Christophe, Toussaint Louverture, Pétion e Dessalines. Construído no mesmo estilo como as casas do povo indígena Taíno, o edifício foi um belo exemplo da arquitetura haitiano.

 

A extremidade sul do Champs de Mars uma vez era dominada pelo Musée d’Art Haitien, casa a maior coleção do mundo de Arte Haitiana. Muitos mestres nativos foram bem representados, incluindo Robert St. Brice, Préfète Duffaut, Hector Hyppolite e Philomé Obin.

A arte nas proximidades do centro foi inaugurado em 1944 para incentivar uma nova geração de pintores haitianos. O espaço de exposição e a escola deram mestres locais o reconhecimento que mereciam, e os visitantes foram tratados para excelente exposições temporárias de artistas em ascensão.

Rua Delmas em Port-au-Prince  

Um dos sites mais animadas da cidade uma vez foi a Marché de Fer, ou mercado de ferro. Fornecedores embalado o mercado vendendo tudo, desde produtos frescos para tartarugas marinhas, parafernália de vodu e ofícios tradicionais. Quase cada turno no mercado labiríntico, produzindo um inventário de tirar o fôlego de artesanato, incluindo pinturas, joias coco, máscaras, esculturas, aduelas e muito mais.

Se o passado é qualquer indicação do futuro, Port-au-Prince um dia se levantará novamente para se tornar uma cidade vibrante, bonita, com uma profunda apreciação da arte e cultura.

Port au Prince localização

 

Port-au-Príncipe situa-se em direção ao sul do Haiti, no Golfo de Gonâve e é a sua maior cidade.

A população de sua área metropolitana é estimada em 2.510.000.

Línguas faladas de Port au Prince

Francês e crioulo são os idiomas oficiais do Haiti.

Port au Prince religião predominante

  • 80% Católica
  • 16% protestante
  • 1% nenhum
  • 3% outros

Enquanto a Igreja Católica é relatada para ser a religião mais comum, vodu é praticada por cerca de metade da população do Haiti.

Port au Prince moeda

O Haiti Gourde é a moeda oficial do Haiti.

Port au Prince clima

Port-au-Prince é consistentemente quente com umidade elevada. Chove todos os meses, mas os meses mais secos são dezembro, Janeiro e fevereiro.

Port au Prince principais atrações

  • Destilaria de Rum de Barbancourt
  • Petionville
  • Plaine du Cul de Sac

Outra atração em Port au Prince

  • Catedral da Santíssima Trindade
  • Carnaval (em fevereiro)
  • Kinam Hotel
  • En Haiti Feu

Ilhas das Caraíbas próximas de Haiti     CUBA:. caribbeanislands.com Cuba   Jamaica:. caribbeanislands.com Jamaica   República Dominicana:. caribbeanislands.com República Dominicana  

Haiti

Haiti is a country of the Caribbean, is a sovereign state located on the island of Hispaniola which it shares with the Dominican Republic in the Greater Antilles archipelago of the Caribbean Sea. Port au Prince is the capital city of Haiti. Due to ongoing unrest and strife in this tiny country, few people travel to Haiti for vacation these days. That’s a shame because the country boasts an amazing tropical and semi-arid climate, with hurricane season running from June through November. The terrain here is overwhelmingly mountainous, but there’s a broad, flat central plain to the north.

French and African fare dominates the cuisine in Haiti. If you fly into the country, you’re likely to arrive at Aeroport Toussant L’Ouverture Airport in Port-au-Prince. If you really want to visit Haiti but are concerned about the continued unrest, consider visiting Labadee, a fenced-off resort area that’s popular with tourists.

  • Capital city – Port au Prince
  • Language – French and Creole

IN Haiti, a road trip documentary

In Haiti A road trip documentary produced by Fabian Bohnet-Waldrff & Florian Wiesner, filmed in Cap-Haitien, Hinche, Port-au-Prince and Petit Goave in 2008, two years before the devastating earthquake. In Haiti the website

Ecoturism video in Haiti, by Sailing Uma

In this video, Kika and Dan, the couple from Sailing Uma toke the time to explore Haiti’s true roots, unique natural elements that can be the highlight of this country’s future. Instead of focusing on the ugly and the problem, they focus on the solution. Sailing Uma strong believe that eco-tourism can be a game changer here.

LABADEE – HAITI

Labadee is a luxury resort located in Haiti , is a seaport located on the north coast of Haiti. It is a private resort, rented out to Royal Caribbean Cruises Ltd. until 2050. The Labadee resort is guarded by a private security force, access to the resort is barred from a surrounding area and cruise ship passengers are only allowed to stay inside the resort. Labadde is responsible for employing approximately three hundred residents and allows the license to sell products to approximately two hundred other residents.

An image of Labade, a contrast to Haiti’s luxury and poverty

Port au Prince, capital city of Haiti

Tragically, the once-beautiful Haitian capital of Port-au-Prince was almost entirely destroyed by the earthquake that struck the island in January 2010. Most of the major tourist attractions, government buildings, major hotels and hospitals were obliterated by the natural disaster, but the city is slowly rebuilding, thanks largely to international relief efforts. Although many of the following sights now lay in ruins, they give a hint at what Port-au-Prince may return to in the coming years and decades.

The National Palace, once the city’s grandest building, collapsed during the earthquake and today remains one of the most startling reminders of the destruction. One of the capital’s many tent cities has sprung up near the ruins in the Champs de Mar, formerly the most beautiful park in the country.

The broken husk of the Cathedral of Our Lady of the Assumption still attracts faithful locals, but the large church was reduced to a shell of its former glory. Behind the main building is a plaza, and funerals are often still held there.

The Saint Trinité Episcopalian Cathedral was also reduced to rubble, but the church was once one of the largest houses of worship in the country. The quiet exterior gave little hints of the incredible interior, covered with delightfully colorful and exuberant murals that told the story of Christ’s life.

The modern Musée du Panthéon National drew many visitors with its unusual subterranean design and tombs of national heroes. Many leaders of the independence movement have been laid to rest there, including Christophe, Toussaint Louverture, Pétion and Dessalines. Built in the same style as the homes of the indigenous Taíno people, the building was a beautiful example of Haitian architecture.

The southern end of the Champs de Mars was once dominated by the Musée d’Art Haitien, home to the world’s largest collection of Haitian art. Many native masters were well-represented, including Robert St. Brice, Préfète Duffaut, Hector Hyppolite and Philomé Obin.

The nearby Centre d’Art was opened in 1944 to encourage a new generation of Haitian painters. The exhibition space and school gave local masters the recognition they deserved, and visitors were treated to outstanding temporary exhibitions of up-and-coming artists.

One of the most lively sites in the city was once the Marché de Fer, or Iron Market. Vendors packed the market selling everything from fresh produce to sea turtles, voodoo paraphernalia and traditional crafts. Nearly every turn in the labyrinthine market producing a breathtaking inventory of local handicrafts, including paintings, coconut jewelry, masks, sculptures, staves and more.

If the past is any indication of the future, Port-au-Prince will someday rise again to become a vibrant, beautiful city with a deep appreciation of art and culture.

Port au Prince Location

Port au Prince is located towards the south of Haiti in the Gulf of Gonâve and is its largest city.

The population of its metropolitan area is estimated to be 2,510,000.

Port au Prince spoken languages

French and Creole are the official languages of Haiti.

Port au Prince Predominant Religion

  • 80% Roman Catholic
  • 16% Protestant
  • 1% None
  • 3% Other

While Roman Catholic is reported to be the most common religion, voodoo is practiced by roughly half of Haiti’s population.

Port au Prince Currency

The Haitian Gourde is the official currency of Haiti.

Port au Prince Climate

Port au Prince is consistently hot with high humidity. It rains every month but the driest months are December, January, and February.

Port au Prince Main Attractions

  • Barbancourt Rum Distillery
  • Petionville
  • Plaine du Cul de Sac

Other Attraction in Port au Prince

  • Cathedral of the Holy Trinity
  • Carneval (in February)
  • Kinam Hotel
  • Haiti en Feu

Caribbean Islands near Haiti