Malecón, Havana, Cuba

Malecón, Havana, Cuba

Perto do final de 2014, relatórios rodado que o embargo de longa data e outras restrições colocadas sobre esta nação-ilha maciça pelos EUA finalmente estavam sendo levantadas. Se isso vier a acontecer, Cuba deve começar a desfrutar de um afluxo maciço de visitantes americanos nos anos vindouros. Apesar das relações tensas entre as duas nações, no entanto, Cuba tem sido um local popular de férias.

Cuba detém a distinção de ser a maior ilha do Caribe. Está situado entre o mar das Caraíbas e o Oceano Atlântico Norte, e é cerca de 90 milhas ao sul de Key West, na Florida. Quanto à sua localização no Caribe, é a leste do México, noroeste da Jamaica, a oeste do Haiti e entre as Ilhas Cayman e Bahamas. A capital é Havana, a moeda oficial é o peso cubano e o idioma oficial é o espanhol.

Além de Havana, principais cidades em Cuba incluem Baracoa, que é conhecida por suas praias incríveis; Trinidad, que é famosa por sua arquitetura colonial; Varadero, uma outra área de resort de praia; Pinar del Rio, lar de charuto mais proeminente do país, fabricação de instalações; e Santiago de Cuba, uma linda cidade na costa do Caribe.

A maioria das pessoas que vêm a Cuba chegar Aeroporto Jose Marti internacional em Havana. Se você está planejando uma viagem aqui, a melhor época para visitar é entre dezembro e abril. Verão tende a ser opressivamente quente e úmido, e também é quando grandes tempestades e furacões tendem a rolar através de.

Enquanto visitava Cuba, certifique-se de bater algumas das atrações mais populares. Malecon de Havana, o calçadão, é um ótimo lugar para passear, fazer turismo e observar as pessoas. Havana Viejo permite vislumbrar Cuba como era há muitos anos. Claro, o país é repleta de praias incríveis, então há uma abundância de oportunidades de diversão ao ar livre. Em termos de cozinha, o governo possui e opera todos os restaurantes, assim que a comida é decepcionantemente branda. No entanto, certifique-se a bebericar um mojito ou Cuba Libre, que é essencialmente rum e Coca-Cola e não saia antes de comprar charutos, café e rum.

  • Cidade capital – Havana
  • Idioma – espanhol

Cuba em vídeo

Cuba, Caribbean

Havana, cidade capital de Cuba

Cidade de Havana, Cuba

A cidade mais vivacidade no Caribe, Havana tem uma lendária infecciosa energia e atmosfera romântica. Os locais são apaixonados sobre quase tudo, mas especialmente sua cidade, e é fácil perceber porquê. História de montanha-russa de Cuba criou uma das sociedades mais culturalmente únicas e eletrizantes na região. A área era uma vez um refúgio para os piratas fanfarrões, comerciantes de escravos espanhol e a máfia norte-americana, mas hoje a Havana é uma cidade de cultura moderna Latino. A cidade oferece algo para todos, de rum e charutos para mambo e uma vibe hipnotizante que você atrai para a cidade.

La Habana Vieja, ou Havana velha, onde os ritmos do Caribe e África são a trilha sonora La Habana Vieja, ou Havana velha, onde os ritmos do Caribe e África são a trilha sonora

Passar dias apenas explorar La Habana Vieja, ou Havana velha, onde Caribe e ritmos africanos são a trilha sonora, pulsada fora de percussionistas em ruas alinhadas com a arquitetura espanhola e pontilhada com pátios exuberantes. Lá está o Capitolio, que pode ser um pouco familiar aos visitantes dos Estados Unidos.

Capitólio de Havana

Modelado após o Capitólio em Washington, D.C., versão do Havana é apenas tão rico em iconografia. Os visitantes são recebidos por duas estátuas; um representa a virtude enquanto outras bancadas para trabalho. A porta principal é decorada com mais de 30 baixos-relevos que contam a história da longa história de Cuba, e o salão principal é dominado por uma imponente estátua de Minerva, feita de bronze. Aos pés dela, senta-se um diamante brilhante, que representa o coração e o centro de Cuba. El Capitolio é o mais grandioso e ambicioso edifício da ilha, e seus tesouros aparentemente ilimitados são uma excelente introdução à história de Cuba, arquitectura e estilo incomparável.

Museu da revolução, onde a história da nação de Cuba Museu da revolução, onde a história da nação de Cuba

Para compreender a história da nação a ilha, visite o Museo de la Revolución. Anteriormente, o palácio presidencial, o elegante edifício foi convertido em um museu após a vitória de Fidel Castro em 1959. Lá fora, senta-se um tanque russo de mau agouro, empregado por forças cubanas para lutar fora invasão da Baía dos porcos. O interior fala com as contradições na história de Cuba; magníficos murais e escadarias em mármore decadentes contam uma história, mas as galerias dizer outra através de fotos dos revolucionários torturados, uniformes manchados e mapas do progresso da guerra.

Fundación Destilera Havana Club é metade museu, metade destilaria Fundación Destilera Havana Club é metade museu, metade destilaria

Nenhuma viagem a Cuba está completa sem pelo menos um gole de rum e uma baforada de um charuto. Você pode encontrar ambos no Destilera Fundación Havana Club. Museu de parte, parte de destilaria, o clube oferece aos visitantes um vislumbre na indústria de rum famoso do país. Motivos partilha com a Casa del Conde de la Mortera, linda mansão do século 18 uma vez integral para a indústria do açúcar de Cuba.

A cena da comida em Havana está melhorando rapidamente. Pegue um assento em um paladar, um restaurante familiar limitado a 12 lugares ou menos por lei. Essas manchas amigáveis são onde você está garantido para encontrar um ambiente caseiro e acolhedor e fresca, barata e autêntica cozinha. O melhor é encontrado nos bairros Playa, Vedado e Miramar históricos onde servem até tostones crocante, doce plátanos e da nação mais ubíquo do grampo de arroz e feijão preto. Para uma autêntica experiência cubana, engula tudo com um mojito gelado e refrescante.

Noites de Havana estão estourando com energia vibrante exsudação de salsa clubes, lounges de piano, íntimo no terraço jardim bares e Noites de Havana estão estourando com energia vibrante exsudação de salsa clubes, lounges de piano, íntimo no terraço jardim bares e

A cidade realmente aquece após o sol se põe no Caribe. Noites de Havana estão estourando com energia vibrante exsudação do salsa clubes, lounges de piano, íntimos restaurantes e bares de jardim no último piso. Prepare-se dançar por horas e fazer amigos com muitos moradores e estar atentos para bartenders itinerantes de ruas.

Localização de Havana

Havana é o mais setentrional da costa de Cuba, no final ocidental. Está virado para o Golfo do México e tem uma população de 2.200.000.

Linguagem de Havana

A língua oficial de Havana é espanhol.

Religião predominante de Havana

  • 85% Católica
  • 15% outros

Oficialmente o governo promove a liberdade religiosa, mas na prática tem sido conhecido a proibir certas crenças religiosas.

Moeda de Havana

O Peso nacional e o peso convertível são as duas moedas oficiais em Cuba.

Clima de Havana

Havana experimenta um clima tropical com temperaturas quentes todo o ano e chuvas de junho a outubro. Os furacões atacar Cuba ocasionalmente mas Havana está posicionado longe de toda a força.

Principais atracções de Havana

  • Havana velha
  • Praça velha (Plaza Vieja)
  • Playas del Este

Outra atração em Havana

  • Museo de la Revolución
  • O Malecón
  • Casa Oswaldo Guayasamin
  • Catedral de San Cristobal de la Habana

Ilhas das Caraíbas próximas de Cuba

Malecón, Havana, Cuba

Malecón, Havana, Cuba

Near the end of 2014, reports swirled that the long-time embargo and other restrictions placed on this massive island nation by the U.S. were finally being lifted. If that comes to pass, Cuba should start enjoying a massive influx of American visitors in the years to come. Despite the strained relations between the two nations, however, Cuba has long been a popular vacation spot.

Cuba holds the distinction of being the largest island in the Caribbean. It’s situated between the Caribbean Sea and the North Atlantic Ocean, and it’s about 90 miles south of Key West, Florida. As far as its location in the Caribbean, it is east of Mexico, northwest of Jamaica, west of Haiti and between the Cayman Islands and the Bahamas. The capital is Havana, the official currency is the Cuban peso and the official language is Spanish.

In addition to Havana, major cities in Cuba include Baracoa, which is known for its amazing beaches; Trinidad, which is famous for its colonial architecture; Varadero, another beach resort area; Pinar del Rio, home to the country’s most prominent cigar manufacturing facilities; and Santiago de Cuba, a lovely town on the Caribbean coast.

Most people who come to Cuba arrive at Jose Marti International Airport in Havana. If you’re planning a trip here, the best time to visit is between December and April. Summertime tends to be oppressively hot and humid, and it is also when major storms and hurricanes tend to roll through.

While visiting Cuba, be sure to hit some of the most popular attractions. The Havana Malecon, or boardwalk, is a great place to stroll, sightsee and people-watch. Havana Viejo lets you catch a glimpse of Cuba as it was many years ago. Of course, the country is studded with incredible beaches, so there are plenty of opportunities for outdoor fun. In terms of cuisine, the government owns and operates all restaurants, so the food is disappointingly bland. However, be sure to sip on a mojito or Cuba Libre, which is essentially rum and Coke, and don’t leave before purchasing cigars, coffee and rum.

  • Capital city – Havana
  • Language – Spanish

Cuba in video

Cuba, Caribbean

Havana, capital city of Cuba

The most vivacious city in the Caribbean, Havana has a legendarily infectious energy and romantic atmosphere. Locals are passionate about nearly everything but especially their city, and it is easy to see why. Cuba’s roller-coaster history has created one of the most culturally unique and electrifying societies in the region. The area was once a haven for swashbuckling pirates, Spanish slave traders and the North American Mafia, but today Havana is a city of modern Latino culture. The city offers something for everyone, from rum and cigars to mambo and a mesmerizing vibe that lures you into the city.

You could spend days just exploring La Habana Vieja, or Old Havana, where Caribbean and African rhythms are the soundtrack, pulsed out by drummers in streets lined with Spanish architecture and dotted with lush patios. There stands the Capitolio, which may look a bit familiar to visitors from the United States.

Modeled after the Capitol building in Washington, D.C., Havana’s version is just as rich in iconography. Visitors are greeted by two statues; one represents virtue while the other stands for work. The main door is decorated with over 30 bas-reliefs that tell the story of Cuba’s long history, and the main hall is dominated by an imposing statue of Minerva, made of bronze. At her feet sits a shining diamond, representing the very heart and center of Cuba. El Capitolio is the most grandiose and ambitious building on the island, and its seemingly boundless treasures are a great introduction to Cuba’s history, architecture and incomparable style.

To fully understand the island nation’s history, visit the Museo de la Revolución. Formerly the presidential palace, the elegant building was converted to a museum following Castro’s victory in 1959. Outside sits a foreboding Russian tank, employed by Cuban forces to fight off the Bay of Pigs Invasion. The interior speaks to the contradictions in Cuba’s story; magnificent murals and decadent marble staircases tell one story, but the galleries tell another through photos of tortured revolutionaries, bloodstained uniforms and maps of the war’s progress.

No trip to Cuba is complete without at least a sip of rum and a puff on a cigar. You can find both at the Fundación Destilera Havana Club. Part museum, part distillery, the club offers visitors a glimpse into the country’s famed rum industry. It shares grounds with the Casa del Conde de la Mortera, a lovely 18th-century mansion once integral to Cuba’s sugar industry.

The food scene in Havana is rapidly improving. Snag a seat at a paladar, a family-owned restaurant limited to 12 seats or less by law. These friendly spots are where you are guaranteed to find a home-like, cozy atmosphere and fresh, inexpensive and authentic cuisine. The best are found in the historic Playa, Vedado and Miramar districts where they serve up crispy tostones, sweet plantains and the nation’s most ubiquitous staple of black beans and rice. For an authentic Cuban experience, wash it all down with a cool and refreshing mojito.

The city really heats up after the sun sets into the Caribbean. Havana nights are bursting with vibrant energy exuding from salsa clubs, piano lounges, intimate restaurants and rooftop garden bars. Be ready to dance for hours and make friends with lots of locals, and be on the lookout for roving street bartenders.

Havana Location

Havana is on the northernmost coast of Cuba towards the western end. It faces the Gulf of Mexico and has a population of 2,200,000.

Havana Language

The official language of Havana is Spanish.

Havana Predominant Religion

  • 85% Roman Catholic
  • 15% Other

The government officially promotes religious freedom but in practice has been known to prohibit certain religious beliefs.

Havana Currency

The national Peso and the convertible peso are the two official currencies in Cuba.

Havana Climate

Havana experiences a tropical climate with warm temperatures all year and heavy rainfall from June to October. Hurricanes do strike Cuba occasionally but Havana is positioned away from the full force.

Havana Main Attractions

  • Old Havana
  • Old Square (Plaza Vieja)
  • Playas del Este

Other Attraction in Havana

  • Museo de la Revolución
  • The Malecón
  • Casa Oswaldo Guayasamin
  • Catedral de San Cristobal de la Habana

Caribbean Islands near Cuba